terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Errar é preciso...

Os ditados populares podem dizer muita coisa, mas não a verdade absoluta. Desconfio deles.
Dizem por aí que errar é humano e que persistir em um erro é burrice.
Mas o que é de fato um erro? E por que desistir de um objetivo, só porque anteriormente você teve uma experiência mal sucedida? É preciso seguir em frente e arriscar para colher os frutos de sua aposta.

Para fechar as atividades do blog em 2011, posto um vídeo que nos convida a errar mais!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Em 20 minutos tudo pode mudar...

Até o brilho nos olhos se pode perder.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

En El Muelle De San Blas...

"(...)Há um cais de porto
Para quem precisa chegar...

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar (...)"
(Lanterna dos Afogados - Paralamas do Sucesso)

"Ella despidió a su amor
Él partió en un barco en el muelle de San Blas
Él juró que volvería
Y empapada en llanto ella juró que esperaría (...)"
(En el muelle de San Blas - Maná)

O cais, a vida, o tempo. A espera!

Foto: http://objetivomalaga.diariosur.es/fotos-laura/

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Livrar-se do passado...

"Eu hoje joguei tanta coisa fora

Eu vi o meu passado passar por mim

Cartas e fotografias gente que foi embora

A casa fica bem melhor assim(...)"

(Tendo a lua - Hebert Viana)



Dar um novo passo e enxergar o presente de forma a sentir diferente. Esse é o sentimento de mudança.
Jogar o passado para trás, rasgar papéis e entregar a um saco plástico tudo aquilo que um dia foi importante, isso sim, representa o desapego e a sensação de limpeza.
Pra que tanto papel? Tanta caixa? Tanto apego?


Nem nós sabemos. E agora tanto faz!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Na oca mais próxima de você...


Frase pinçada no twitter no dia 19/4 - Dia do Índio.




Afinal de contas, MIM não faz nada.

@simozzilli - Feliz dia do índio a todos aqueles que usam pra mim fazer :^)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Os novos tempos da telefonia...

Foi-se o tempo em que o celular poderia ser considerado um artigo de luxo. Hoje em dia, encontramos celulares pequenos, grandes, com teclados diferentes, com especificações que variam de MP3 à MP15 para os toques e sons. A internet encontrou o seu espaço e já não é mais aceitável adquirir um aparelho que não tenha a miníma conexão possível para assistir a um vídeo do you tube ou twittar.

Mas também foi-se o tempo em que as pessoas encontravam uma única empresa na qual poderiam convergir todos os seus interesses de comunicação com o mundo. A singularidade dos pacotes telefônicos faz com que apenas um usuário tenha mais de um chip para adequar-se ao plano de navegação na web, falar mais barato com o namorado(a), com a família e com os interurbanos que precise realizar.

Para atender a necessidade destes consumidores, surgiram os "Ching Ling" Phones!Celulares vendidos em sites e nas feiras mais próximas da sua casa (25 de março, Shopping Uai, etc), que congregram em um só aparelho a capacidade de armazenar dois ou mais chips de operadoras diferentes. Os aparelhos "made in china" ainda oferecem televisão, rádio, antena para sintonia, jogos inéditos, msn e tudo mais que puderem comportar em seus sistemas.

O preço é muito inferior ao do mercado de marcas conhecidas com Siemens, Motorola e Nokia e sobre a fabricação há a vantagem de adquirirmos um produto feito por piratas profissionais. Os modelos são idênticos aos mais tecnológicos aparelhos e ainda oferecem garantia.
Com tanta vantagem assim, nunca foi tão interessante realizar um "negócio da China"!

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Elza

Altamente recomendável.